close
Dicas & SugestõesViagens

Guia & Roteiro Completo de Genebra – O Que Visitar, Onde Comer e Onde Dormir!

visitar genebra

Aninhada num vale na extremidade ocidental da Suíça, Genebra é perfeita para passar umas férias serenas. As suas ruas estão alinhadas com cafés ao ar livre e pequenas lojas, e as zonas mais cosmopolitas estão repletas de marcas de luxas e restaurantes elegantes. No Salão Vitória actuam orquestras de classe mundial. Aqui até uma boa refeição é considerada arte. Mas, apesar de todo o luxo Genebra também o pode fazer suar, desde navegar no lago, caminhar ou correr nos parques e esquiar nas maravilhosas encostas de Mont Blanc.

Qual a Melhor Altura Para Visitar Genebra?

visitar genebra

A melhor época para visitar Genebra é entre Julho e Agosto, apesar de ter uma maior afluência turística é quando o clima lhe permitirá praticar actividades ao ar livres como caminhadas no Mont Salève e tomar banhos de sol nos Pâquis Baths.

Entre Dezembro e Abril, é a melhor época para esquiar nos Alpes Suíços, no entanto irá encontrar temperaturas muito frias. Por outro lado, se quiser evitar o frio e os preços altos de verão, considere visitar entre Setembro e Novembro ou em maio ou Junho.

Os meses de verão de Junho a Agosto são os melhores para visitar, pois é quando a temperatura aumenta e os preços baixam.

O Inverno, com os festivais de dezembro e o ski, é um encanto, no entanto os preços são bastante elevados.

Como Conhecer Genebra?

visitar genebra

A melhor forma de visitar a cidade é a pé ou de elétrico, a cidade é pequena pelo que é fácil de visitar. Além de cobrir os serviços de elétrico, o passe de transportes de Genebra é gratuito para turistas e também pode ser utilizado nos táxis aquáticos, comboios e autocarros, mas este tipo de serviços é mais lento. Também pode utilizar os táxis, no entanto têm um custo associado. Conduzir na cidade é mais um incomodo, principalmente devido ao estacionamento limitado e ao transito nas horas de ponta.

Se chegar a Genebra através do Aeroporto de Genebra, o melhor é tirar um bilhete de comboio de 80 minutos gratuito nas máquinas de venda automáticas da Transports Publics Genevois (TPG). A viagem até ao centro da cidade é de mais ou menos 10 minutos.

  • Eléctrico

A TPG, oferece várias linhas de eléctrico que circulam pela cidade. As rotas mais populares incluem o número 15 (Palácio das Nações, Banhos de Pâquis e o Conservatório e Jardim Botânico de Genebra no Rive Droite) e o numero 12 (Rive Gauche, Museu de Historia Natural e a Catedral de St. Pierre). Os preços são desde 2 francos suíços (1,73€), no entanto se ficar num hotel, pousada ou acampamento irá receber um cartão de transporte de Genebra no check-in, este cartão é gratuito e válido para passeios ilimitados em todos os transportes, dentro da zona 10.

  • Comboio

Embora os comboios não façam tantas paragens no centro da cidade como o eléctrico, são a melhor forma de viajar de e para o aeroporto. Os bilhetes gratuitos, válidos durante 80 minutos, estão disponíveis na zona de bagagem do aeroporto. Os passeios de comboio dentro da zona 10 são gratuitos perante a apresentação do Cartão de Transporte. Se quiser ir mais longe, para os subúrbios de Genebra ou cidades mais próximas como Lausanne e Annecy, os preços rondarão os 4,80 francos suíços (4,14€).

  • Táxi Aquático

Les Mouettes (Gaivotas em francês), são táxis aquáticos amarelos que atravessam o Lago de Genebra, do Rive Droite ao Rive Gauche. Os barcos partem a cada 10 minutos e estão disponíveis quatro rotas. Os mais utilizados pelos turistas incluem genève-Jardin-Anglais (cidade velho e Jet d’Eau) e Genève-Eaux-Vives (The Grange Park). As viagens de ida custam 2 francos suíços (1,73€) por pessoa, enquanto os passeios de 60 minutos custam 3 francos suíços (2,59€). Se possuir o Cartão de Transporte, todas as viagens são gratuitas.

  • Autocarro

Existem vários autocarros no centro da cidade, mas as estradas congestionadas na hora de ponta são uma dor de cabeça. Além disso, as rotas são similares à do eléctrico que é bastante mais rápido. No entanto, este serviço também é gratuito se possuir o Cartão de Transporte.

  • Táxi

Os motoristas são educados e mantém os veículos limpos, mas os preços são exorbitantes. A taxímetro começa nos 6,30 francos suíços (5,44€), com mais 7,40 francos suíços (6,39€) cobrados a cada quilómetro. Durante a noite a tarifa aumenta em 0,60 francos suíços (0,52€) por cada quilómetro. Se levar bagagem será cobrada uma taxa adicional. O serviço de Uber também está disponível em Genebra.

  • Carro

Conduzir no centro da cidade não é recomendado devido ao estacionamento limitado e aos congestionamentos. No entanto, se quiser visitar as pistas de ski no inverno, poderá valer a pena ter carro.

 

Onde Comer?

visitar genebra

Genebra está localizada a poucos quilómetros da fronteira com a França, por isso existem muitas influências francesas na sua cozinha. A Itália também fica a uma hora de distância, pelo que podemos afirmar que aqui reinam os restaurantes franceses e italianos.

No entanto a Suíça também tem os seus pratos icónicos como o chocolate e o fondue de queijo, que podem ser encontrados em praticamente todos os restaurantes. Poderá também experimentar outras especialidades locais como Alplermagronen (prato gratinado com batatas, macarrão e cebolas, servidas com maçã cozida), e Rosti (um prato de batata frita em manteiga ou gordura quente).

Apesar da sua grande influencia há cada vez menos restaurantes franceses em Genebra, verifica-se um aumento de menus de tapas, refeições com menus mais leves ou pelo contrário, menus de 5 pratos.

Quanto a códigos de roupa, o elegante casual é a regra! As refeições são normalmente das 12h ás 14h e o jantar das 19h as 21h30. Os restaurantes em Genebra são todos não fumadores.

 

Top 5 Restaurantes em Genebra


Onde Ficar?

visitar genebra

No que diz respeito ao setor hoteleiro, foi revisto nos últimos anos, onde a decoração foi vista como um ponto importantíssimo bem como uma modernização. No entanto o serviço genuíno, gracioso e simpático permanece fortemente implementado.

O Hotel do Palácio continua a ser a imagem de Genebra. Os hotéis em Genebra exalam riqueza e os que se situam á beira mar oferecem vistas panorâmicas fantásticas sobre o Jet d’Eau, a Cidade Velha, a La Rade e sobre as montanhas.

Se o pequeno-almoço não estiver incluído e dispensar o bacon e ovos dos hotéis, facilmente encontrará croissants e café num dos cafés mais próximos. No que diz respeito a crianças, muitos dos hotéis aceitam até uma certa idade de forma gratuita, outros colocam uma cama extra com um preço bastante baixo. Quanto ao Wi-Fi, está incluído na maioria dos hotéis.

 

Top 5 Hotéis em Genebra


10 Sugestões para fazer / visitar em Genebra

  • Lago de Genebra

    visitar genebra

Ao longo da fronteira franco-suíça encontra-se o Lago de Genebra, com 224km2 formado pelo rio Ródano. É um popular ponto de férias, e muitos dos visitantes acabam por se tornar residentes permanentes.

Uma das melhores formas de ver o lago é fazer um passeio de barco, os preços rondam os 102 francos suíços (89€). Se preferir uma forma mais acessível, os Mouetes Genevoises oferecem serviços de táxi gratuitos se possuir o Cartão de Transporte de Genebra.

  • The Grange Park

    visitar genebra

Com vista para o Lago de Genebra, este parque possui um jardim com cerca de 40km2 cheio de piscinas, pérgulas e mais de 200 tipos de rosas. Além disso, o que era antes uma villa no seculo XVIII, é agora um restaurante e um hotel onde durante o verão têm lugar vários concertos.

É um ligar bonito e tranquilo e ideal para todos os tipos de viajantes. Os casais apreciam a sua atmosfera romântica e as famílias podem desfrutar do parque e da piscina infantil. Já os entusiastas de teatro podem assistir a uma grande variedade de apresentações.

  • Jet d’Eau

    visitar genebra

Uma visita a Genebra não está completa sem visitar o Jet d’Eau! Foi construído em 1886 para controlar a pressão da água, esta fonte pode chegar até aos 139metros. Fica no meio do Lago de Genebra por isso poderá vê-lo de vários locais do centro da cidade.

O Jet d’Eau é gratuito! Para chegar ao cais (onde terá uma vista magnifica), deverá ir pela entrada no bairro de Eaux-Vives, pode dirigir-se para lá através do táxi aquático.

  • Paquis Baths

    visitar genebra

Para relaxar e desfrutar das magnificas vistas sobre o Lago de Genebra, este é o local ideal. Esta praia artificial foi originalmente construída em 1872 e aberta ao publico em 1890. Continua hoje em dia receber os locais e os turistas com oferta de banhos de sol, banhos de vapor, saunas, restaurantes, desportos aquáticos e escalada.

O Paquis Baths fica a curta distância do centro da cidade. O seu acesso é gratuito durante todo o ano, no entanto no verão para utilizar a praia serão cobrados 2 francos suíços (1,75€). Geralmente abre das 10h ás 21h.

  • Museu da História Natural

    visitar genebra

Situado a sudeste do bairro Eaux-Vives, este museu com animais como tema reúne habitats dos mais variados tipos desde corujas e doninhas a ursos polares. Conta com várias exposições temporárias, desde formigas a dinossauros! Além disso desenvolve oficinas interactivas e visitas de campo gratuitas.

As visitas têm um custo de 9 francos suíços (7€) para maiores de 26 anos, 6 francos suíços (5€) dos 18 aos 25 e gratuito para menores de 17 anos. Os bilhetes podem ser comprados no site do museu.

  • Museu Patek Philippe

    visitar genebra

A Suíça é mundialmente conhecida pela relojoaria e pelo esmalte, e uma das melhores colecções de relógios pode ser encontrada neste museu. Existem duas exposições permanentes: a colecção de antiguidades, com uma grande variedade de relógios do século XVI, e a colecção Patek Philippe que exibe peças feitas pela empresa com o mesmo nome, que é uma das mais prestigiadas empresas relojoarias do mundo.

O Museu Patek Philippe fica a poucos quarteirões a sudoeste do centro da cidade, perto da Universidade de Genebra. Está aberto de terça a sexta das 14h ás 18h e aos sábados das 10h ás 18h. A entrada é de 10 francos suíços (8€) para adultos e 7 francos suíços (6€) idosos e estudantes dos 18 aos 25 anos, para menores de 17 é gratuito.

  • Catedral de St. Pierre

    visitar genebra

Esta catedral, uma mistura dos estilos romanos, góticos e neoclássicos, sobreviveu a séculos de turbulência. Hoje em dia continua a dominar o horizonte da Cidade Velha, convidando os visitantes a explorar o seu intrigante design e a aprender sobre a sua história. O seu interior alinhado com mosaicos do séc. IV, colunas do séc. XII e pinturas do séc. XV é um deleite para os amantes de arte.

A Catedral de St. Pierre recebe visitantes diariamente, está geralmente aberta das 10h ás 17h, no entanto pode variar de acordo com as estações do ano.

  • Cidade Velha

    visitar genebra

Um passeio pela cidade velha é obrigatório! A rua principal, a Grand-Rue, abriga a Casa de Rousseau e das Literatura, onde nasceu o filósofo do séc. XVIII. Na parte românica/gótica encontra-se a Catedral de St. Pierre e também o Site Archéologique, um espaço interactivo que protege os mosaicos do séc. IV e uma fonte baptismal do séc. V. Poderá ainda saber um pouco da vida de Calvin no Museu International de la Réforme.

  • Conservatório e Jardins Botânicos

Comemora este ano o seu bicentenário, o primeiro parque botânico de Genebra conhecido pelo seu Conservatório Botânico, possui mais de 12 mil espécies de plantas de todo o mundo, organizadas numa série de maravilhosos jardins temáticos. Destacam-se a colecção de rosas e o parque de animais, que protege desde espécies antigas indígenas em extinção a galinhas, cabras e ovelhas.

  • Palácio das Nações

    visitar genebra

Parte da ONU desde 1966, foi construído entre 1929 e 1936 para abrigar a já extinta Liga das Nações. As visitas são guiadas e incluem uma excursão de 1h pelo edifício e a entrada no parque circundante de 46 hectares, decorado com árvores e pavões centenários. Tente encontrar o monumento cinzento revestido de titânio, doado pela URSS para comemorar a conquista do espaço.

 

Dicas para Poupar Dinheiro em Genebra

Cartão ISIC – Poderá economizar 20-50% sobre o custo de entrada em museus e outras atracções turísticas, certifique-se que o seu cartão de estudante é válido!

Use Couchsurfing – É um serviço que lhe permite ficar com os locais de forma gratuita. É uma prática bastante utilizada pelos viajantes por isso reserve com antecedência.

Cozinhe – Os restaurantes podem custar cerca de 40 francos suíços por refeição (35€), comer na Suíça pode ser bastante caro, por isso compre mantimentos!

Não Beba – A maioria das cervejas custa cerca de 8 francos suíços (7€) e a maioria dos vinhas circunda os 10-25 francos suíços (8,70€ – 22€). Se quiser beber procure bares com happy-hour, onde pode encontrar bebidas a preços mais acessíveis!

Tenha uma garrafa de água carregável – Uma garrafa de água pode ser bastante dispendiosa, e existem vários pontos onde poderá encher a sua garrafa, é uma forma fácil de poupar algum dinheiro.

 

Receba Todas As Novidades do Blog!

Subscreva a nossa newsletter e esteja a par de tudo em primeira mão directamente no seu email.

O seu email está completamente seguro e não será usado para spam!

Comentários

comentários

Pin It on Pinterest

Share This